Ganhador da Semana


O premiado dessa semana foi Jorge Corrêa Nunes, que levará para casa um Fone De Ouvido Samsung Hs330 Galaxy. Saiba mais como participar acessando a página o blog precisa de você!!!

Total de visualizações

Pesquisar neste blog

Translate

Siga no Facebook

Nossos Parceiros

GeraLinks - Agregador de links

Compartilhe se gostou!

Tecnologia do Blogger.

Marcadores

Ganhador do mês de Outubro

O sorteado do mês de Outubro e que vai levar para casa um Pen Drive Sandisk Usb 64gb Cruzer Blade é o nosso leitor Fabiana de Albuquerque Lins. Saiba mais como concorrer a esses prêmios exclusivos acessando a página: O blog precisa de você!!!
domingo, 25 de janeiro de 2015

Por que muitos levam a vida inteira para saber o que é o amor?

Para começo de conversa, nos nove meses de gestação antes de você nascer, assim como uma borboleta no casulo, você está sozinho numa placenta, recebendo o alimento através do cordão umbilical, sem entender bem o que se passa neste momento.

Então você nasce e vê aquela mulher que é sua mãe te amamentando, trocando suas fraldas, passando noites sem dormir quando você está doente, você percebe que precisa dela, mas não chega a entender conscientemente que tudo aquilo que ela faz por você é por amor.


Entre os 3 aos 5 anos de idade, você já anda, faz pequenas peraltices, e começa a ter desejos de consumo, através dos super heróis de desenho que quer ter em forma de bonecos disponíveis nas lojas, ou se menina quer ter a Barbie mais cara para sentir - se tão princesa e bela quanto ela, e aí acabou de desenvolver o consumismo capitalista dentro de você, oras saciado pelos seus pais e outras oras não, o que faz você protagonizar cenas de pirraças e mimos nos shoppings e hipermercados da vida.

Com 7 anos você está no primário, e sempre tem como recomendação de seus pais de não fazer o que estranhos venham a te pedir ou oferecer (passa a ter medo do mundo e ver maldade em todos) e sempre estudar mais e se destacar mais que os seus coleguinhas de sala (seja competitivo e não amoroso e compreensivo)

Chegou o momento em que você adentra na adolescência, e com tudo o que você treinou de bebê a infância, mais os teus colegas que tem um papo mais moderno e leve que o dos teus pais, você passa a querer desafiar limites, ultrapassar barreiras (ordens de negação de seus pais), experimentar todo tipo de sensação passageira, mas que pode ser diferenciada, desde um cigarro no ginásio até descer goela abaixo todo tipo de bebida isso nas baladas com idade de maioridade e alforria de independência.

Com vinte e poucos anos você pode estar trabalhando no terceiro setor se tem apenas ensino médio, ou um recém-contratado de uma grande empresa, caso tenha recentemente terminado sua faculdade, e você tem aquele namorado (a) de alguns anos com quem faz planos e tudo gira em torno dele (a), sua mãe que sempre esteve ao seu lado agora é uma pessoa secundária, seu pai que deu todo o suporte financeiro e talvez até o seu carro, já não é uma pessoa tão interessante assim.

Agora você está se casando, terá um primeiro ano de casamento maravilhoso, e disso surgirá o seu filho, agora todo o amor dentro do entendimento que você tem disso é direcionado para esse futuro filho, que terá a mesma trajetória que você teve desde a placenta até ser um futuro pai ou mãe. Provavelmente seu casamento se desgastará e findará ou se tornará monótono até a chegada dos seus netos, sim seu filho (a) agora é pai e mãe.

E com estes netos você descobre o que é o amor incondicional, por que eles são a grande benção e motivação do seu viver, você amará os seus netos mais do que amou seu (s) filho (s), mais do que amou o seu cônjuge e terá com estes netos a mesma preocupação que sua mãe teve enquanto você era um bebê de meses ou uma criança de tenra idade, então você chega a conclusão que levou a vida inteira para compreender o que é amar verdadeiramente, ou seja, sem espera de retorno, reconhecimento ou gratidão, pois este é o amor que você durante a vida só conseguiu sentir apenas pelos seus netos nos anos derradeiros da sua existência, mas antes tarde do que nunca.



O BLOG PRECISA DE VOCÊ


0 comentários:

Postar um comentário